Skip to main content

QUEM É BOM NÃO PRECISA SER BOBO.

Autor: Regis Mesquita

A maior dificuldade para as pessoas terem uma espiritualidade mais elevada é a falta de confiança na força das ações e sentimentos nobres.

Uma amiga minha me perguntou: porque as pessoas boas são sempre passadas para trás?

Eu respondi: “Quando você é bom, correto e justo é a certeza de que você não fará nada de errado contra os outros. Não é garantia de que os outros não farão nada de errado contra você. A pessoa boa deve aprender a se defender.”

Cada qualidade que você desenvolver te trará algumas facilidades. Se você for uma pessoa dinâmica, estará protegida da preguiça. Se você for honesta, estará protegida da tentação da ganância. Se você for honesto, não quer dizer que será dinâmico. Terá que desenvolver esta qualidade também.

A pessoa boa deve aprender a se defender da maldade. Ela mudou. Outras pessoas não mudaram e algumas até se aperfeiçoaram na maldade.

Todas as pessoas devem buscar a COMPLETUDE. Desenvolver qualidades em sequência e se tornarem cada dia mais evoluídos.

A completude surge quando:

1)   Você preserva suas qualidades. Por exemplo: o honesto deve se manter honesto e desenvolver novas qualidades.

2)   Você é capaz de olhar para si mesmo e encarar suas limitações. Somente assim surgirão novas qualidades.

3)   Você tolera perdas e desilusões. Esta tolerância é fundamental para não encher sua mente de traumas, raivas, mágoas, etc. Ao contrário, você deve fazer uma higiene mental. Deve libertar-se de raivas, mágoas e tristezas formadas no passado. A meta é estar livre para focar nos objetivos do presente.

Porque é importante esvaziar a mente de memórias negativas do passado?

Estas memórias (por serem muitas) conturbam e desgastam a mente da pessoa. Ao libertar-se delas, sua mente se aquieta e fica serena.

Quem tem a mente calma consegue planejar melhor a vida e se organizar com mais eficiência. Desta forma, consegue direcionar seus esforços para desenvolver as qualidades que mais necessita.  

A mente conturbada pela raiva, rancor, mágoa, ódio, é sempre mais limitada. É uma mente com mais dificuldade de buscar soluções. Desta forma, estas pessoas se envolvem mais facilmente em situações negativas.

A pessoa com paz no coração desenvolve sabedoria. A sabedoria gera muitas coisas boas e permite EVITAR PARTE das negativas. Mas, sempre acontecerão as situações negativas. O sábio saberá resolver e superar estes problemas. As pessoas raivosas ficarão ruminando o problema, terão mais problemas e serão menos capazes de solucioná-los.

À medida que a pessoa busca a completude e limpa seu interior, ele vai formando a Mente Neutra. Um dos melhores incentivos para ter a Mente Neutra é a maior capacidade de superar problemas e de evitá-los.

Este caminho NÃO é escolhido pela maior parte das pessoas. Seja por imaturidade, por crenças erradas ou por falta de bons exemplos, as pessoas desconfiam dele e o ABANDONAM facilmente.

Observe o exemplo a seguir:

Uma pessoa é assaltada. Ela mantém dentro de si os sentimentos negativos. Nestas situações, a maior parte dos brasileiros faz questão ALIMENTAR esta raiva dentro dela.

O que acontece quando você considera que manter sentimentos negativos seja o melhor? Quais as consequências desta atitude?

– sua mente estará se desgastando;

– ela ficará gestando outros sentimentos negativos (desânimo e cansaço, por exemplo);

– toda sua realidade atual ficará confusa (assalto é passado, mas o desânimo afetará o presente);

– o pior, este remoer não servirá nada para evitar outras situações negativas (outros assaltos);

– você estará se sabotando e dificultando os próximos passos da sua vida.

Aprenda:

– você pode se proteger estando com a mente em paz;

– você terá melhores condições de se proteger se estiver sereno e com a Mente Neutra;

– você tem tarefas tão importantes quanto se proteger. Você tem que construir o que é bom, nobre e eficiente. Boas escolhas são feitas com a mente calma.

– a maior recompensa frente as perdas que eventualmente acontecerem na sua vida sempre será se oferecer o melhor que há dentro de você.

Quanto mais completo você for, mais qualidades terá. A capacidade de construir o que é bom e nobre sempre aumentará se você se esforçar para desenvolver novas qualidades.

Ter mais qualidades não basta. Você deve preservá-las e usá-las sempre.

Sua grande tarefa na vida é usar o melhor que há dentro de você e persistir nesta escolha. Pode confiar! É o melhor caminho.

Autor: Regis Mesquita

Reflexão baseada nos ensinamentos do livro A Espiritualidade no Dia a Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.