Skip to main content

O que devo fazer? Decisões por meio do discernimento

Devo aceitar essa oferta de emprego? É esta a pessoa com quem devo casar? Devo ir para a pós-graduação? Como posso ajudar uma criança com problemas? Essas decisões nos deixam perplexos. Como escolhemos?

A espiritualidade inaciana há muito tempo é associada ao discernimento – a arte de descobrir como melhor responder a Deus na vida diária. Por séculos, as pessoas usaram as regras de Santo Inácio de Loyola para discernir para ajudar a fazer escolhas sábias e decisões acertadas.

O primeiro princípio é o desejo de escolher o bem. Como disse Santo Inácio: “nossa única escolha deve ser esta: eu quero e escolho o que melhor conduz ao aprofundamento da vida de Deus em mim”. As outras regras de discernimento de Santo Inácio ajudam-nos a fazer escolhas entre alternativas atraentes. De particular importância são os movimentos internos de nossos corações. As regras inacianas de discernimento fornecem uma maneira disciplinada e sistemática de refletir sobre nossos sentimentos à medida que respondemos a Deus e aos acontecimentos de nossa vida diária. Eles nos dão “o dom do coração racional”, nas palavras de David L. Fleming, SJ, o famoso escritor espiritual jesuíta.

O discernimento inaciano se baseia na convicção de que Deus fala diretamente a cada um de nós. Podemos ter confiança em nossa própria experiência de Deus ao desenvolvermos olhos para ver e ouvidos para ouvir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.