Skip to main content

Filosofia para a velhice

  Você sabia que a única  época da vida em que gostamos de  ficar velhos é quando somos crianças?  Se tem menos de 10 anos, está tão  entusiasmado em envelhecer que pensa em  frações. “Quantos anos tem? Tenho quatro e meio!” Você nunca terá trinta e  seis e meio. Tem quatro e meio, quase  cinco! Esta é a chave! Quando você chegar à adolescência,  ninguém mais lhe segura. Salta para um  número próximo, ou mesmo alguns à frente. ‘Quantos anos você tem?’ ‘Vou fazer 16!’ Pode ter 13, mas… “vou  fazer 16”! E, então, o maior dia da  tua vida … Completou 21. Até as palavras soam como  cerimônia. COMPLETOU 21… YESSSS! Mas, então, chega aos 30.  Oh, que aconteceu? Isso parece leite estragado! Fica  azedo, temos que jogá-lo fora. Não tem  mais graça, agora é apenas um bolo  azedo. O que está errado? O que  mudou? Você COMPLETA 21, ATINGE 30,  aí está ‘A EMPURRAR’ 40. Putz! Trava,  está tudo a derrapar! Antes que você  perceba, CHEGA aos 50 e os seus sonhos  foram-se. Mas, espera! Você fez 60. Nem sequer pensou que iria  conseguir! Assim, COMPLETA 21, ATINGE 30,  ‘EMPURRA’ os 40, CHEGA aos 50 e ALCANÇA  os 60. […]

Leia Mais

Um recadinhos aos jovens

Quando vc era bem pequeno… …eles gastavam horas lhe ensinando a usar talheres nas refeições… … ensinando você a se vestir, amarrar os cadarços dos sapatos, fechar os botões da camisa.. Limpando-o quando você sujava suas fraldas lhe ensinando a lavar o rosto a se banhar a pentear seus cabelos… …lhe ensinando valores humanos… Por […]

Leia Mais

Os pais envelhecem

Talvez a mais rica, forte e profunda experiência da caminhada humana seja a de ter um filho. Ser pai ou mãe é provar os limites que constituem o sal e o mel do ato de amar alguém. Quando nascem, os filhos comovem por sua fragilidade, seus imensos olhos, sua inocência e graça. Eles chegam à […]

Leia Mais

A tigela de madeira

Um senhor de idade foi morar com seu filho, nora e o netinho de quatro anos de idade. As mãos do velho eram trêmulas, sua visão embaçada e seus passos vacilantes. A família comia reunida à mesa. Mas, as mãos trêmulas e a visão falha do avô o atrapalhavam na hora de comer. Ervilhas rolavam […]

Leia Mais

Nossos velhos

Pais heróis e mães heroínas do lar. Passamos boa parte da nossa existência cultivando estes estereótipos. Até que um dia o pai herói começa a passar  o tempo todo sentado, resmunga baixinho  e puxa uns assuntos sem pé nem cabeça. A heroína do lar começa a ter dificuldade de concluir as frases e dá de […]

Leia Mais