Skip to main content

A criança obsidiada

“Aliás, não é racional considerar-se a infância como um estado normal de inocência. Não se vê em crianças dotadas dos piores instintos, numa idade em que ainda nenhuma influência pode ter tido a educação? Donde a precoce perversidade, senão da inferioridade do Espírito, uma vez que a educação em nada contribuiu para isso?” (O Livro […]

Leia Mais