Skip to main content

É dando que se recebe.

Um profissional desempregado despertou certa manhã e revisou seu bolso. Tudo o que lhe sobrava eram R$10,00. Decidiu utilizá-los para comprar comida e esperar a hora de morrer, já que era muito orgulhoso para pedir esmola. Estava tão frustrado por não encontrar emprego e não tinha ninguém disponível para ajudá-lo . Comprou sua comida e […]

Leia Mais

O que nos leva a doar para a caridade?

  Você esta seguindo o fluxo na avenida e o sinal fechou e um homem sem teto lhe pede umas moedas ou um malabarista de bolinhas a frente de seu veiculo impressiona e também pede alguns trocados. Você sai do supermercado e lhe pedem qualquer alimento do seu carrinho para a entidade “x” ou “y”. […]

Leia Mais

Ninguém é superior a ninguém.

  Certo dia, uma mulher avistou um mendigo, sentado numa calçada na Rua.. Aproximou-se dele, e como o pobre coitado, já estava acostumado a ser chacoteado por todos, a ignorou.. Um policia, observando a cena , aproximou-se : – Ele está a incomodar a senhora? Ela respondeu: – De modo algum – eu é que […]

Leia Mais

Reflexão do dia

  Lá estava eu com minha família, em férias, num acampamento isolado e com o carro enguiçado. Isso aconteceu há 5 anos, mas lembro-me como se fosse ontem. Tentei dar a partida no carro. Nada. Caminhei para fora do acampamento e, felizmente, meus palavrões foram abafados pelo barulho do riacho. Concluí que era vítima de […]

Leia Mais

Auxílio mútuo

  Em zona montanhosa, através de região deserta, caminhavam dois velhos amigos, ambos enfermos, cada qual a defender-se quanto possível contra os golpes do ar gelado, quando foram surpreendidos por uma criança semi-morta na estrada, ao sabor da ventania de inverno. Um deles fixou o singular achado e exclamou, irritadiço: Não perderei tempo! A hora […]

Leia Mais

O espelho. Uma história de amor

  Renato quase não viu a senhora, com o carro parado no acostamento. Chovia forte e já era noite. Mas percebeu que ela precisava de ajuda… …Assim parou seu carro e se aproximou. O carro dela cheirava a tinta, de tão novinho. A senhora pensou que pudesse ser um bandido. Ele não parecia seguro, parecia […]

Leia Mais