Skip to main content

Racismo. Qual o motivo desse ato que ocorre desde os tempos mais remotos?

Certa feita, um homem bem conhecido nas baladas, entrou em uma recém inaugurada casa noturna.

Assim que ele entrou, todos foram cumprimentar… porém ele notou que uma mulher negra bem arrumada, estava sentada em um canto, sendo que ela não teria lhe tratado de forma diferenciada como ele gostaria e como os outros frequentadores lhe fizeram.
Ele foi até ao balcão, tirou a carteira e gritou: ” Barman! Estou a comprar bebidas para todos neste bar, exceto para aquela mulher negra ali…!

O empregado do bar recolheu o dinheiro e começou a servir bebidas grátis a todos no bar, exceto para a mulher negra. Em vez de ficar chateada, a mulher negra simplesmente olhou para o grã fino e gritou: “Obrigada!” …Isto enfureceu o homem rico.

Então, mais uma vez, ele tirou a carteira e gritou: “Empregado! Desta vez eu estou comprando garrafas de vinho e comida adicional para todos neste bar, exceto para aquela negra sentada ali no canto!” O garçom recolheu o dinheiro do homem e começou a servir comida grátis e vinho para todos no bar exceto para a negra.
Quando o empregado acabou de servir a comida e as bebidas, a mulher Negra simplesmente sorriu para o homem e disse: “Obrigada!” O que o deixou furioso.

Então, ele inclinou-se sobre o balcão e perguntou ao barman: ” O que há de errado com aquela mulher negra? Comprei comida e bebidas para todos neste bar, exceto para ela, e em vez de ficar zangada e sentir se isolada e humilhada, ela senta-se ali, sorri para mim e grita: “Obrigada!” “Ela está louca?”

O barman sorriu para o homem rico e disse: “Não, ela não é louca. Ela é a dona deste estabelecimento.” ….

………………………………………………………………………………………………………..

Que os nossos inimigos trabalhem sem saber a nosso favor…
É assim que nosso Deus faz..as vezes devemos passar por humilhações de maneira humilde, pois a recompensa Deus dará e saberá reverter a perseguição dos nossos inimigos em gloria para nós mesmos.

Esse tipo de imperfeição que vivenciamos no dia a dia, nos alerta que devemos nos instruir e praticar todos os ensinamentos deixados por Cristo, entre eles, o de “amar o próximo como a ti mesmo”.

A humanidade somente estará livre desse mal ou imperfeição, quando estiver evoluída espiritualmente e moralmente, assim poderá praticar o perdão, a paciência, a ética, a compreensão, comandada pelo Dom Supremo que é o Amor, e aí o racismo ou preconceito racial não terá força nem chance para eclodir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *