Skip to main content

Depressão, Fobias, Desigualdades sociais, Aborto, Sonhos e premonições, Carnaval, Mediunidade, Comunicação com os Espíritos,

Programa Transição – Rede TV

 

Tema:  Depressão, Fobias parte 1/3

Tema:  Depressão, Fobias parte 2/3

Tema:  Depressão, Fobias parte 3/3

Tema: DESIGUALDADES  SOCIAIS – Parte 1 – 11/01/09

Tema: DESIGUALDADES  SOCIAIS – Parte 2 – 11/01/09

Tema: DESIGUALDADES  SOCIAIS – Parte 3 – 11/01/09

Tema: A B O R T O – Parte 1 –

Tema: A B O R T O – Parte 2 –

Tema: A B O R T O – Parte 3

Tema: Sonhos e premonições parte 1/3

Tema: Sonhos e premonições parte 2/3

Tema: Sonhos e premonições parte 3/3

Tema: CA R N A V A L 

Influência espirituais – Dr. Sérgio Felipe de Oliveira

Ansiedade e Espiritualidade – Dr. Sérgio Felipe de Oliveira

Doenças e Espiritualidade – Dr. Sérgio Felipe de Oliveira

Fenomenologia Orgânica e Psíquica da Mediunidade – Sérgio Felipe de Oliveira

 

Cobertura das emissoras da Rede TV
Estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará, Bahia e Pernambuco.
Todas as Parabólicas, TV a Cabo e SKY.
Outras localidades com horário diferenciado:
Santos: Será exibido às 10h00
Campinas: Será exibido às 14:30
Grande Goiânia: Será exibido às 15h30.

TV MUNDO MAIOR – Parabólica Digital ou
pela internet www.tvmundomaior.com.br  no dias:
DOM – 11:00 ; 2ª – 13:00 ; 3ª – 08:30 ; 3ª – 19:30 ; 4ª – 19:00 ; SÁB – 19:45 e DOM – 05:30

Contamos com vossa ajuda na divulgação do Programa Transição, assim mais pessoas serão auxiliadas.
Que a paz do Mestre Jesus esteja com você e sua família.
Fique com Deus.

Programa Transição
A Visão Espírita para um Novo Tempo
www.programatransicao.tv.br

13 comentários em “Depressão, Fobias, Desigualdades sociais, Aborto, Sonhos e premonições, Carnaval, Mediunidade, Comunicação com os Espíritos,

  1. Pois é, há Centros Espíritas com cursos complexos, próximos de uma escola, dificultando o ingresso dos iniciantes, por outro há casas que se abstêm completamente de qualquer esforço nesse sentido. Em suma: uns estudam demais, outros de menos.
    Os Espíritos inferiores funcionam como excitadores das paixões dos médiuns.
    As mesas mediúnicas devem contar com pessoas maduras, responsáveis e experientes, capazes de orientarem com segurança.
    Todos os médiuns possuem dificuldades provenientes do seu próprio Espirito. É comum que essas anormalidades emocionais ou psicológicas aflorem durante o transe mediúnico.
    Em “O Livro dos Médiuns”, Allan Kardec afirma que o maior obstáculo das práticas mediúnicas é a obsessão, ou seja, o domínio que alguns Espíritos inferiores podem adquirir sobre certas pessoas.
    Conselhos práticos
    O medianeiro deve cuidar-se com uma disciplina 0 mais sadia possível para que não seja vitima dos Espíritos malévolos do mundo invisível. Toda alteração emocional ou psíquica considerada estranha e persistente deve ser comunicada ao orientador da mesa.
    Se houver suspeita de obsessão o principiante deve ser afastado dos trabalhos práticos, submetido a um tratamento e depois reconduzido às atividades mediúnicas.
    O médium deve estabelecer uma certa ordem em sua vida pessoal. Precisa aprender a dividir seu tempo entre o trabalho profissional, as atividades no Centro Espírita e a convivência com sua família. Se tiver uma vida muito irregular, a atividade mediúnica vai perturbá-lo mais ainda.
    Conhecer a si mesmo e trabalhar para dominar as próprias imperfeições é o caminho para uma prática mediúnica sadia e o próprio progresso espiritual.
    “Antes de nos dirigirmos aos Espíritos, convém, pois, encouraçarmo-nos contra o assalto dos maus, assim como se marchássemos em terreno onde tememos picadas de cobras. Isto se consegue, inicialmente, pelo estudo prévio, que indica a rota e as precauções a tomar; a seguir, a prece. Mas é necessário bem nos compenetrarmos da verdade que o único preservativo está em nós, na própria força, e nunca nas coisas exteriores; que nem há talismãs, nem amuletos, nem palavras sacramentais, nem fórmulas sagradas ou profanas que tenham a menor eficácia se não tivermos em nós mesmos as qualidades necessárias. Assim, essas qualidades é que devem ser adquiridas” – (Allan Kardec na “Revista Espírita”, número de janeiro de 1863, no “Estudo sobre os possessos de Morzine”).

  2. Email: JULIO…@HOTMAIL.COM
    Comentário:
    Gostaria de uma explicação: Eu fazia curso de espiritismo no centro Allan Kardek em Campinas e fui convidado a me retirar do curso na metade do segundo ano pelo fato da direção dizer que eu não consigo controlar minha mediunidade… Mas com vou controlar uma força desconhecida ?????? que me foge do controle… me mandaram procurar um terreiro de umbanda ????? Eu achei um absurdo???? acredito que falta competencia a direção de não saber doutrinar um espirito…é mais facil então mandar embora do que doutrinar ? Fiquei desapontado , pois nescessito de orientações, tenho certeza se fosse numa igreja evangélica seria mais bem tratado. Desculpe-me elo desabafo, mas não consigo entender …obrigado

  3. Cara Adriana: Duas ótimas perguntas:
    Sobre a interferência dos que partiram desta planeta fomos buscar respostas de Herculano Pires:
    “Acontece que os mortos perturbam quase sempre a nós, os vivos. Não somos nós que vamos perturbar a paz dos mortos. As manifestações espíritas têm uma historia. E tem mesmo uma linha de experiências de pesquisas que as integram no campo da antropologia cultural. As manifestações espíritas são fatos culturais. Elas vêm desde as épocas primitivas dos homens das cavernas até os nossos dias. Toda historia humana, toda cultura humana está impregnada de fatos referentes a essas manifestações. Quando estudamos, por exemplo, a mitologia clássica greco-romana, nós encontramos ali as manifestações dos espíritos, através das pitonisas e através dos oráculos. E vemos que exerceram uma influencia enorme. Sabemos, por exemplo que Sócrates, o grande filosofo grego, o fundador da filosofia moral, Sócrates consultava o oráculo de Delfos. E ouvia ali o Deus Apolo que era um espírito que se manifestava através do oráculo. Mas sabemos mais. Que Sócrates dizia ter um demônio que o acompanhava. A palavra demônio, que vem do grego daimon, não quer dizer absolutamente diabo. Quer dizer simplesmente espírito. Então para os antigos, haviam os maus demônios e os bons demônios como para nós hoje existem os bons espíritos e os maus espíritos. Era uma realidade que se constatava naquele tempo. Nós então vemos que as manifestações espíritas existem desde que o mundo é mundo e desde que o homem é homem. Vivemos em ligação com os espíritos. Eles interferem em nossa vida. E nós vamos dizer que não vamos perturbar a paz dos mortos e aceitar que as perturbações espíritas se espalhem no meio social, invadam a sociedade e perturbem as criaturas? Não. Nós não invocamos os espíritos para perturbá-los. Nós os atendemos, porque eles procuram os médiuns. Eles querem falar conosco. Nós atendemos e socorremos, através do esclarecimento espiritual de que eles necessitam e com a colaboração dos santos e dos anjos, que são os espíritos bons e os espíritos puros que assistem aqueles espíritos necessitados. Servindo-se também dos préstimos das pessoas de boa vontade, que se colocam a disposição deles para o trabalho mediúnico. E onde o senhor viu condenação do espiritismo na bíblia? Ou convocação da evocação dos mortos? O senhor encontra naquele famoso capitulo de Deuteronômio, em que Moises condenou varias coisas. Inclusive a evocação dos mortos para fins utilitários. Veja lá bem. O evocar os mortos para fazer consultas, querer descobrir tesouros e coisas semelhantes, isso é condenado na bíblia. Mas isso é considerado também no espiritismo. Nós não admitimos absolutamente esse tipo de evocações no espiritismo. O que admitimos, toda vez em que nós pensamos em uma pessoa falecida, nós já a estamos evocando. Não há nenhuma cerimônia especial, para evocar os mortos. Os mortos recebem o nosso chamado telepático pelo pensamento. E nos atendem quando podem e quando querem. Porque eles são criaturas livres. São espíritos livres até mesmo da matéria. Então nos atendem quando querem, quando lhes convém ou quando eles acham que devem atender. Não há portanto nenhuma violação da paz dos mortos. E não há nenhuma violação dos preceitos bíblicos, porque na própria bíblia e nos evangelhos estão presentes os fatos mediúnicos em grande quantidade”.
    ################Sobre o Aborto: ###########
    Sem criticar ou condenar devemos sempre ouvir pessoas que se envolveram com a gravidez, ou se sentindo pressionada e só. Aborto não é uma solução.A verdadeira solução consiste em ver, analisar as causas de seu desespero. O ideal é procurar uma ajuda psicológica de um profissional.
    Madre Teresa de Calcutá disse: “O maior destruidor do amor e da paz é o aborto. A criança é o dom de Deus para a família. Cada criança é criada a imagem e semelhança de Deus para grandes coisas, para amar e ser amada”.
    Estudos mostram que a grande maioria das mulheres opta por seguir a gravidez quando lhe é oferecido apoio e ajuda para resolver o seu problema. Não desanime colega.

  4. Olá me chamo Edivaldo e venho parabeniza-lo por esse progama que faltava na televisao falar sobre espiritualida e com seguranca nada mas como pessoas serias e entedidos no assunto como Dn Guiomar e um grande professor como Divaldo franco que tira muitas duvidas sobre o espiritismo muito bom estao de parabens a redeteve gostaria de deixar uma sugestao que entrevistase o Jose Carlos Deluca, e falase mas sobre os amigos do bem que é um trabalho muito bonito que sempre que der divugar esse bem maior p/ o ser humano.
    TERMINO COM UM GRANDE ABRAÇOIS P/ TODOS.
    koboski@ig.com.br

  5. Boa noite Fátima.
    Há diferenças entre Espiritismo e Umbanda. Mesmo assim há um respeito mútuo.

    Quanto a origem, sabemos que Espiritismo, doutrina codificada pôr Allan Kardec, recebida de vários Espíritos Superiores no século passado, tendo com base: Ciência, Filosofia e Religião, que objetiva o progresso espiritual do homem, com a implantação da fraternidade entre todas as criaturas na Terra.

    A Umbanda se deriva, do culto religioso da raça negra da velha África. Os seus princípios doutrinários são realmente frutos do “folclore”, dos provérbios, das lendas, crenças populares, canções e tradições do negro africano.

    Com referência ao conteúdo doutrinário, sabemos que o Espiritismo se assenta em postulados científicos, filosóficos e éticos, o que não se dá na Umbanda, que não tem doutrina codificada, embora seus adeptos aceitem a imortalidade da alma, a reencarnação e a lei de ação e reação (carma), como fazem os espíritas
    O Espiritismo não tem ritual de nenhuma espécie,(batizados, casamentos e quaisquer outras); não se utiliza de fórmulas, invocações, ou promessas de qualquer natureza.
    Agora você tem toda liberdade de ir e vir. Deus nos deu o livre-arbitrio. Faça o que é melhor para você.
    Abraços
    Doni

  6. Adoro e participo de reunião espirita toda semana.ja faz parte da minha vida mas sou da umbanda gostaria de saber mas soubre a umbanda.

  7. Adorei o Programa de hoje que tratou sobre Adoção, já havia ouvido comentários sobre o programa, mas só hoje 24/05/2009 pude assistir. Aprendi muito com os esclarecimentos de Divaldo e apresentadora Delmar muito competente, beijos e abraços a todos e continuem a nos instruir em tudo a que diz respeito da Espiritualidade.É um prazer e uma honra ter representantes como vocês na Doutrina Espírita.

  8. Del Mar e Divaldo Franco,
    Sinceros cumprimentos a vocês.

    Assisto a todos os programas de vocês e gostaria de parabenizá-los pelo excelente trabalho de divulgação da Doutrina espirita. Uma das coisas que mais amo no espiritismo é que ele não julga, não cobra e nem descrimina nenhuma das outras religiões.

    Espero que este canal seja cada vez mais visto, não só pelos adeptos e estudiosos do espiritismo como eu mas também por outras religiões que ainda são ignorantes no sentido da palavra com relação a esta doutrina que é o consolador prometido por Jesus e que veio para nos ajudar a evoluir em todos os sentidos (reforma intima).

    Que Deus e Jesus protejam e abençoe vocês e toda a sua equipe.

    Forte Abraço,

    Paulo Barragana

  9. vi o programa por acaso na tv e adorei anotei o endereço e procurei na internet ate que achei os clips e adorei,fiquei feliz em saber que minha filosofia de vida esta ao alcance de quem quiser acessar parabéns aos idealisadores.

  10. Del Mar e Divaldo:
    Que Deus os abençoe e os ilumine sempre.

    Agradeço a Deus sempre pela existência desse programa maravilhoso.
    Agragradeço-lhes pelo amor, boa vontade e dedicação com que desempenham esse trabalho lindo e utilíssimo, que a cada dia colabora para o enlevo espiritual das criaturas.
    Descobri ese programa no mês de janeiro/2009, e desde então não perco nenhum programa.
    Gostaria que você, Del Mar, juntamente com Divaldo Franco, abordassem o fenômeno da TRANSEXUALIDADE (que não se confunde com homossexualidade), do ponto de vista espiritual.

    é ALGO MUITO POLÊMICO, E MUITO SOFRIDO PARA QUEM VIVENCIA O PROBLEMA.
    Muito obrigada por proporcionar tanto amor.
    Desde já antecipo agradecimentos.
    Um beijão no coração de vocês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *