Skip to main content

Passeios em grupo alimentam a alma ?

Passeios em grupo alimentam a alma ?

Solidão tem o seu lugar. Tem seu valor para refletir. Há também o isolamento involuntário que experimentamos em nossas vidas modernas. Pesquisas indicam que a nossa saúde individual e bem-estar coletiva podem se beneficiar de gastar mais tempo se movendo juntos.

Uma das atividades indicadas é caminhar com um grupo de amigos.

Um estudo recente de Norwich Medical School, em Norwich, Inglaterra, olhou para os benefícios de saúde de fazer parte de um grupo de passeio.

Curiosamente, muitos dos marcadores de saúde que eles olharam, incluindo pressão arterial, gordura corporal, colesterol total, depressão e qualidade de vida foram melhores, mesmo quando a quantidade de tempo gasto andando e não atendeu às recomendações para a atividade física.

Paul Zak é um neuroeconomista e um pioneiro em encontrar o que acontece em nós biologicamente que ajuda a construir a confiança e a moral em uma sociedade. Suas descobertas sugerem que a oxitocina, estimula comportamentos como altruísmo, generosidade e empatia, deixa as pessoas mais abertas a confiarem em outras. O hormônio remove algumas barreiras que funcionam como inibidores sociais: medo, ansiedade e estresse. é mais amplamente conhecido por seu papel no parto e sexo, também é encontrado para ser um componente extremamente importante da moralidade. Zak tem chamado oxitocina “a molécula moral”, e seu trabalho tem mostrado que é responsável por construir confiabilidade e empatia dentro de indivíduos que são parte de um grupo.

Em sua pesquisa, ele isolou a oxitocina e administrado através de um spray nasal. Embora esse isolamento era necessário para estudos controlados, existem outras maneiras comprovadas para aumentar os níveis de oxitocina que são adequados em um contexto de grupo. Estes incluem, dança, orando, abraços e caminhadas em grupos, que os índices foram melhores do que individualmente.

Parece, então, que para criar uma comunidade forte, saudável vamos começar calçando tênis, reunidos em grupos no jardim botânico, parques, avenidas, estradas de terra, e deixando a nossa conexão crescer com o vento nosso caminho através de nossa experiência coletiva. Compartilhando a alegria, a dor, e o crescimento do ser humano em conjunto.

Porem, nem todos, gostam de viajar em grupos.

Por “n” motivos rompemos nossos hábitos de coletividade para viajar em grupos, de esquemas, preconceitos, desprender rotinas, deixar para trás as máscaras, as certezas, tornando mais criativo nosso roteiro de viagem ou caminhadas .Somos sempre criativos e cuidamos do nosso equilíbrio.

Temos maior liberdade de expressão. E a expressão facilita a excitação, que emotiva, que liberta, que compreende nosso interior e promove o auto conhecimento.

Temos maior capacidade de sonhar, perceber, sentir e refletir.

Temos maior liberdade para experimentar e expressar o que permite-nos transformar e sermos transformados.
Há uma viagem para cada um… Em busca de sonhos, de memórias, de construção de recordações, de bem-estar e de felicidade.

Na procura do seu bem estar o importante é que o ponto de chegada esteja sempre a sua frente.

Boa viagem !!!