Skip to main content

OS LENÇÓIS DO VIZINHO

Um casal mudou-se para um novo bairro. Na manhã do dia seguinte, enquanto tomavam café da manhã, a mulher olhou pela janela e viu sua vizinha estendendo roupas. Imediatamente ela comentou com o marido:

– Veja que porca é essa nova vizinha! Como tem coragem de pendurar no varal as roupas mal lavadas… Tá tudo amarelo! Eu, hein? Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
– Sai da janela mulher, vem almoçar…

Alguns dias depois, novamente durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e a mulher comentou com o marido:
– Olha lá a coitada… Acho que não tem sabão na casa dela. nunca vi uma roupa branca estendida neste varal.
– Sai da janela mulher, vem almoçar…

E assim, a cada dois ou três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal:
– Nunca vi tanta porcaria. Acho que nem roupa branca ela tem, só vejo amarelas… kkkkk

Passado um tempo a mulher se surpreendeu ao ver os lençóis muito brancos sendo estendidos, e empolgada foi dizer ao marido:
– Veja! A mulher até que enfim criou vergonha na cara! ela aprendeu a lavar as roupas, Será que outra vizinha ensinou??? Porque eu não fiz nada… Pode isso, marido?

O marido calmamente respondeu:
– Pode sim. O que não pode é, até agora, você não ter percebido que o problema não estava lá e sim na nossa casa. Hoje eu levantei mais cedo e lavei os vidros da nossa janela!

Moral da história:
Assim é a vida: aquilo que vemos quando olhamos os outros depende de quão limpas estejam as janelas através das quais olhamos. Antes de criticar e buscar algo no outro para julgar, quem sabe não seja melhor perguntar se não estamos prontos para um novo olhar. Limpe sua vidraça ou simplesmente, abra a sua janela!

Colaboração: Graziela Cia de Faria