Skip to main content

Orações

As orações fazem o giro profundo no Infinito, Nossas mentes se recolhem na humildade, Abrem-se as portas do coração, e nossas almas se ajoelham, Palavras silenciosas, benfazejas, inundam-nos e brilham!

Sem a existência de nenhuma língua,
Sem o culto de qualquer religião,
Sem qualquer restrição,
Simplesmente coração e coração…

A Terra torna-se o próprio templo,
Nós mesmos, o altar da evocação,
O templo é tomado pelo todo dourado,
O altar, a Luz de toda irradiação!

Sem a existência de qualquer medo,
Sem nenhum emblema de superioridade,
Sem algum receio de impossibilidade,
Sem nenhum apego à inferioridade.

É o giro profundo da grande oração,
É o mistério escondido na encantação,
É o vento soprando nas almas dos humanos, É a vida vibrando, coração e coração…

Recebido de: Ana Lúcia Araújo de Castro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *