Skip to main content

O poder das palavras: chega ferir as pessoas com elas

O poder das palavras é tão grande, que além de ferir a pessoa quando são ditas, podem ficar gravadas para sempre no coração e na alma, criando inseguranças e rompendo relações.

Você é uma pessoa que se comunica negativamente? Detenha os danos e salve suas relações.

Os seres humanos são seres sociais, o que faz com que mantenhamos uma comunicação com diferentes pessoas ao longo do dia.

Essa comunicação pode acontecer em diferentes situações, perspectivas e estados de ânimo e, nem sempre é simples manter uma comunicação saudável com aqueles que nos rodeiam.

Pode acontecer de que não sejamos bons expressando nossas ideias e sentimentos, que não saibamos nos comunicar num relacionamento, ou que simplesmente não prestemos atenção no momento de interagir com os demais.

Tudo isso pode fazer com que nos tornemos pessoas indesejáveis para as pessoas que nos cercam. Existem quatro tipos muito claros de má educação:

1. Críticas aos demais

Tudo bem levantar a voz quando está acontecendo algo de que não gostamos ou que, de alguma maneira, nos afeta. O problema aparece quando parece que só gastamos nosso tempo para recriminar e acusar as pessoas ao nosso redor. Essas críticas sempre demonstram a inferioridade do outro e podem começar com:
– “É que você…”
– “Você é…”
– “Acho que você devia…”
– “Seria melhor se você…”
– “Sua família, seus amigos…”

2. Declarações universais

Qualquer tipo de frase que generalize ou gere estereótipos sobre pessoas ou condutas, por exemplo:

– “Você sempre…”
– “Vocês nunca…”
– “Você é tão…”
– “Você está sempre…”
– “Outra vez…”

3. Atenção negativa na pessoa, sem levar em conta o problema

Em toda situação que se apresenta, existem dois aspectos que devemos levar em conta: as pessoas envolvidas e o problema suscitado. Quando prestamos uma atenção negativa à pessoa e não demonstramos interesse no problema real, está acontecendo uma péssima comunicação.

Exemplo de má comunicação: “Você nunca faz nada!” e “Você é um fraco!”
Exemplo de boa comunicação: “Sei que você está muito ocupado, mas você podia me ajudar pelo menos limpando e organizando seu quarto.”

4. Desvalorizar sentimentos

As pessoas são sensíveis por natureza, inclusive aquelas que não costumam demonstrar seus sentimentos. Por isso, desvalorizar ou invalidar sentimentos pode ser justamente o que vai levar um relacionamento ao fim. Deixamos de valorizar sentimentos quando não reconhecemos emoções, minimizamos, ignoramos ou julgamos negativamente. Por exemplo:

– “Sua opinião não me interessa.”
– “Não ligo nem um pouco para o que você sente.”
– “Não seja dramático.”
– “Não fique tão feliz, porque na verdade você não fez nada de surpreendente.”
O poder das palavras aplicado à comunicação
Mesmo que todos nós sejamos seres autossuficientes com grandes capacidades e qualidades, sempre precisamos escutar e sermos escutados pelas outras pessoas. Sempre devemos pensar que a forma através da qual agimos hoje irá definir nosso futuro, e se ferirmos as pessoas que nos acompanham atualmente, no fim das contas elas estarão cansadas, irão nos evitar e, finalmente, se afastarão totalmente do nosso convívio. Não se trata de mentir para se conformar, mas sim de ser inteligente na comunicação com os demais.

Colaboração: Katiusca Cia Trautmanis

De: A mente é maravilhosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *