Skip to main content

O peso de Deus

Uma pobre senhora, com visível ar de derrota estampado no rosto, entrou num armazém, se aproximou do proprietário conhecido pelo seu jeito grosseiro, e lhe pediu fiado alguns mantimentos.

Ela explicou que o seu marido estava muito doente e não podia trabalhar e que tinha sete filhos para alimentar.

O dono do armazém zombou dela e pediu que se retirasse do seu estabelecimento

Pensando na necessidade da sua família ela implorou:

– “Por favor senhor, eu lhe darei o dinheiro assim que eu tiver…”.

– Ele lhe respondeu que ela não tinha crédito e nem conta na sua loja.

Em pé no balcão ao lado, um freguês que assistia a conversa entre os dois se aproximou do dono do armazém e lhe disse que ele deveria dar o que aquela mulher necessitava para a sua família, por sua conta.

Então o comerciante falou meio relutante
para a pobre mulher:

– “Você tem uma lista de mantimentos?”

– “Sim”, respondeu ela.

– “Muito bem, coloque a sua lista na balança e o quanto ela pesar, eu lhe darei em mantimentos”!

A pobre mulher hesitou por uns instantes e com a cabeça curvada, retirou da bolsa um pedaço de papel, escreveu alguma coisa e o depositou suavemente na balança.

Os três ficaram admirados quando o prato da balança com o papel desceu e permaneceu embaixo.

Completamente pasmado com o marcador da balança, o comerciante virou-se lentamente
para o seu freguês e comentou contrariado:

– “Eu não posso acreditar!”.

O freguês sorriu e o homem começou a colocar os mantimentos no outro prato da balança.

Como a escala da balança não equilibrava, ele continuou colocando mais e mais mantimentos até não caber mais nada.

O comerciante ficou parado ali por uns instantes olhando para a balança, tentando entender o que havia acontecido…

Finalmente, ele pegou o pedaço de papel da balança e ficou espantado pois não era uma lista de compras e sim uma oração que dizia:

“Meu Senhor, o Senhor conhece as minhas necessidades e eu estou deixando isto em Suas mãos…”

O homem deu as mercadorias para a pobre mulher no mais completo silêncio, que agradeceu e deixou o armazém.

O freguês pagou a conta e disse:

– “Valeu cada centavo..”

———————————————————————-
Só Deus sabe o quanto pesa uma oração…
Faça uma oração, peça a Deus por seus sofrimentos, por suas necessidades, pela falta de um emprego, por uma pessoa especial doente, por alguma enfermidade, e se não tiver nada a pedir, agradeça pelas bênçãos que recebemos todos os dias. É só isso o que você deve fazer.

Jamais desista daquilo que você realmente quer.

Enviado por: Rosineli P. de Almeida

2 comentários em “O peso de Deus

  1. Marta, que ótimo que você gostou desta mensagem. O Espiritismo traz em seus princípios o papel de consolar; porquanto consolar significa encorajar a prosseguir, enxugando lágrimas como vemos na lição acima; quantos homens neste planeta que tem coração de pedra ? São muitos não são ? Mas a cada um segundo suas obras, como disse Jesus. As mensagens, vídeos, aqui contidas é uma forma de alegrar a jornada daqueles que estão em situação de desânimo, de modo a tornar menos penosa à partida e menos aguda a saudade daqueles que partiram da morte do corpo físico. Fica, pois, à vontade para enviar o que você acha conveniente de uma boa mensagem para ser editada neste blog, assim você estará ajudando também outras pessoas que necessitam de um conforto espiritual. Luz ao alcance de todos, é nosso lema e
    toda palavra ou oração que consola a gente nos momentos de aflições é um santo remédio. Tenha um ótimo domingo e uma semana ainda melhor com pensamentos sempre positivos.

  2. gosrei muito do que li, estou aprendendo ater paciencia ,principalmente agora que estou estudando adotrina espirita. sempre acreditei nessa doutrina mas só agora resouvi estudar sobre a mesma. estou decidida e feliz por estar nesse cminho maravilhoso.

    felicidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *