Skip to main content

MUDANÇA DE RUMO

1370970378-DSC0056-o

Quando estamos em um lugar que nos desagrada e nos provoca algum sofrimento, a solução mais lógica é deixarmos esse local. Quando pretendemos chegar a uma cidade ao norte e pegamos uma estrada ao sul, precisamos fazer uma conversão para alcançar a rodovia correta.

Na enfermidade ocorre a mesma coisa. A doença é um aviso de que estamos dirigindo o carro da nossa vida pela estrada errada, e geralmente essa estrada se chama “desequilíbrio”. Por isso, não há cura verdadeira sem mudança de estrada, sem uma conversão de nossa parte. Desacelere o carro da sua vida, faça uma parada. Se você continuar correndo desse jeito vai se arrebentar na primeira curva das dificuldades.

Reflita sobre seus atos e caminhos, sem nenhum propósito de se culpar pelo que tem feito. O objetivo é torná-lo consciente das escolhas que tem feito, estimulando-o a tomar uma nova estrada que o levará ao destino da saúde e da felicidade.

Em todas as curas que realizava Jesus sempre apresentava aos enfermos a proposta do “não peques mais”, isto é, do “não voltes a errar”, o que para nós significa a necessidade de mudança de rumo que qualquer processo sincero de cura nos solicita. Muitos a quem Jesus curou voltaram a adoecer porque não mudaram de vida, persistindo em seus velhos hábitos doentios. Tenhamos consciência de que custará muito menos mudar do que experimentar o sofrimento do comodismo. Nenhum processo de cura se estabelece sem duas condições indispensáveis: consciência e mudança.

Nunca é tarde para mudar de caminho, por piores que tenham sido as estradas do erro percorridas. Jesus não desistiu de você. A doença é um chamado para voltarmos ao caminho do bem. Como há dois mil anos atrás, o Médico Jesus está pronto para lhe curar. E você, está pronto para lhe curar. E você, está pronto para a mudança?

LIVRO  O MÉDICO JESUS  –  JOSÉ CARLOS DE LUCCA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *