Skip to main content

Guerra na Síria, quando terminará?

Estamos todos chocados com os refugiados da Síria.

Um dos poucos lugares no mundo onde a língua de Jesus ainda se fala ,tornou-se o mais recente ponto da guerra civil em curso . Onde desde 2011 mais de 190 mil já morreram

Muitos de nós pensamos:

Como encontrar uma maneira de resolver isso?

Como dar um basta e querer a paz mundial?

Neste planeta você já viu um único dia de paz? Podemos arriscar e adivinhar que certamente todo santo dia tem conflitos em algum canto deste planeta desde que os seres humanos têm existido.

Uma foto que chocou o mundo recentemente, o corpo do menino de três anos Aylan Kurdi,vestindo uma camiseta vermelha e bermuda, com o rosto afundado na areia, gera revolta e indignação pela falta de ação de países desenvolvidos na ajuda aos refugiados.

Um estudo estima que cerca de sete por cento da população muçulmana mundial pode ser classificado como “politicamente radicalizada”, mas embora parece ser um pequeno percentual, isso equivale a cerca de 90 milhões de pessoas.

Se apenas uma fração dessas pessoas continuarem a sentir-se dominados, explorados e desrespeitados por seus próprios governos ou por uma superpotência externa, como os Estados Unidos, o potencial para o desastre é alto todos os dias.

Alguns combatentes na Síria parecem acreditar que a luta em nome de Deus justifica as medidas mais bárbaras.

Lembram do vídeo de um rebelde comendo o coração de um soldado sírio enquanto gritava “Deus é grande!”?
Ou outro vídeo mostrando a decapitação de três homens com facas, também enquanto louvavam  a Deus?

O líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi conclamou os seus seguidores a destruírem monumentos históricos

Para os extremistas, nenhum objeto material deve ser idolatrado.

Nas guerras, não morrem somente os que tombam nos campos de batalha ou são devorados por explosões de quaisquer tipos. Também morre, no abismo da dor, um número ilimitado de pais e de mães, que recebem objetos de uso pessoal e condecorações póstumas dos seus filhos.

Kardec no “Livro dos Espíritos” recebe resposta dos Espíritos:
“ As guerras são predominância da natureza animal sobre a espiritual e a satisfação das paixões”, respondem eles.

As noticias violentas podem fazer toda a diferença em nossas casas e corações.

Atinge nossos pensamentos silenciosos, de como resolver.

A energia desses pensamentos falarão mais alto que suas palavras.

Há uma troca de energia do plano espiritual.

Nós podemos, alinhar nossos pensamentos em nossas orações matinais para estes refugiados. Você estará conectado com o planeta junto com outros milhões no exato momento de sua reflexão.

Vamos rogar ao plano espiritual que ajude-nos a construir um mundo melhor, de onde a guerra seja banida  para sempre.

Procure a bondade em si mesmo.

Nós somos o antídoto para a guerra com nossas preces, praticando o amor ao próximo, a caridade.

Vamos lembrar que Jesus, o fundador do Cristianismo foi detido pela perseguição gratuita e trancafiado no cárcere e aceitou padecer em silêncio os erros da justiça terrestre, alinhando-se, na cruz, entre os injuriados e as vítimas sem razão, de todos os tempos da Humanidade.