Skip to main content

Geólogo afirma ter descoberto a tumba de Jesus

Durante muito tempo especulou-se onde estariam os ossos de Jesus. Agora, um estudo concluído pelo geólogo israelense Aryeh Shimron indica que eles estão em um túmulo nos arredores de Jerusalém, em Talpiot. Ali, Jesus de Nazaré e sua família estariam descansando em paz.
Com uso da chamada “impressão química, Shimron ligou um ossuário que continha gravada a frase “Tiago, filho de José, irmão de Jesus” a um túmulo num jardim de um conjunto de apartamentos em Talpiot. O túmulo foi achado durante a construção da obra, em 1980, e ali foi encontrada uma coleção de ossuários em que estavam gravados nomes relacionados à família de Jesus.
Para comprovar a relação entre os ossuários, o geólogo usou uma comparação de uma terra avermelhada que teria invadido o túmulo após uma inundação resultante de um terremoto no ano 363 d.C. Ele afirma que isso deixou uma “impressão digital” geoquímica única nas caixas de ossos que foi usada, recentemente, para fins comparativos.
O ossuário de Tiago pertence, atualmente, a Oded Golan, um colecionador de antiguidades, que permitiu que Shimron fizesse o estudo. Golan apresentou o ossuário de Tiago ao público em 2002, mas depois foi acusado de falsificar a inscrição na parte que diz “irmão de Jesus”. Após quase dez anos do caso na Justiça, Golan foi absolvido. O que não se sabe é como esse ossuário foi parar em suas mãos. De acordo Shimron, a caixa com os ossos de Tiago foi retirada do túmulo de Talpiot em algum momento da história ainda desconhecido.
Contudo, a afirmação de que os ossos de Jesus foram realmente encontrados ainda não contentou muitos historiadores, que são céticos sobre o assunto.
Fonte:
LiveScience