Skip to main content

Força espiritual para doenças

Espiritualidade e religiosidade desempenham um papel fundamental na saúde e bem-estar dos pacientes com câncer.

Estudos  têm confirmado  incríveis benefícios das crenças espirituais durante tempos de dificuldades e doenças. Estas descobertas não apenas mostram que a espiritualidade está ligada à saúde emocional , mas a saúde física também.

Pesquisas  indicam também  que pacientes com câncer, com um forte senso de espiritualidade tinham menos sintomas de depressão, ansiedade e angústia.

Às vezes na vida, nos deparamos com a dor tão grande que temos de nos concentrar em sobreviver um dia de cada vez, ou até mesmo por hora ou  minutos.

Se você está passando por uma doença grave ou outro tipo de dor, tenha coragem, deixe de lado o medo, e alimente  sua alma na fé.

Maior espiritualidade em pacientes com câncer também foi ligada a relacionamentos mais saudáveis. Os resultados mostraram que aqueles que acreditam em um Deus benevolente tiveram um tempo mais fácil em  manter relacionamentos e contatos sociais.

Estar focado a espiritualidade é um remédio a mais para quem está doente. O assunto, que até um tempo atrás era visto de maneira negativa pelos médicos mais conservadores, ganhou cada vez mais espaço nos consultórios e até na vida de artistas. É o caso, por exemplo, do ator Reynaldo Gianecchini. Na luta contra um câncer linfático, o ator decidiu aliar o tratamento convencional ao espiritismo, e parece não ter se arrependido. Em várias entrevistas concedidas,  Reynaldo Gianecchini afirmou que o procedimento  deu forças para lutar pela cura, com tranquilidade.

O médium João Berbel, do Instituto Medicina do Além, de Franca (interior de São Paulo), que também operou o pai do ator, realizou a cirurgia espiritual durante uma visita a Gianecchini ainda no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Mestre João, como é conhecido, explica que a cirurgia espiritual é feita através da fé e do amor. Ela é executada pelos amigos espirituais que, no caso do médium, é guiado pelo espírito de Ismael Alonso, que, em vida, foi médico e morreu em 1964. “Assim como tratamos do seu pai, rogamos a Deus e aos bondosos irmãos espirituais que tenham compaixão do irmão Gianecchini”.

E o ator não está sozinho neste pensamento. Segundo a revista Veja, cerca de 80% de pacientes vítimas de câncer no Brasil, recorrem a medicinas alternativas, geralmente ligadas à religiosidade, para complementar o tratamento.

A cirurgia espiritual não é feita no corpo físico, mas sim no corpo espiritual, conhecido também como perispírito, onde, para os espíritas, está a origem das doenças. Durante a operação não há cortes ou dor e, após a intervenção, não é possível ver cicatrizes no corpo do paciente. São os espíritos amigos que realizam a cirurgia.

Por outro lado os estudos mostraram que as pessoas que não têm um sentido na vida de espiritualidade são mais propensas a sofrer de abuso de substâncias e problemas de saúde mental.