Skip to main content

Finados – Dia da melancia

Hoje, dia de finados, meu falecido pai, dizia “dia da melancia”.

E não é que ele tinha razão.

Quando morávamos em um sitio, um dia antes desta data, ele colhia as melancias e as colocava na carroça para serem vendidas próximo ao cemitério de minha cidade.

Era bem vindo o dinheiro que entrava para sustento da família.

Mas, pelo lado espiritual será que nos lembramos de nossos entes queridos que partiram somente nesta data ou nas nossas orações no dia a dia lembramos ?

É comum, neste dia, a intensa visitação aos túmulos, podendo-se observar cenas interessantes.

Alguns passam o dia, para lhes fazer companhia, como se eles estivessem ai, uns levam comidas e bebidas, para que se alimentem, como se o espírito disso necessitasse.

Outros gastam verdadeiras fortunas em flores raras e ornamentações vistosas.

Lavam o tumulo ,decoram, enceram, como se fosse à moradia eterna.

Nossos mortos não estão mortos, nem dormem.

As vibrações que eles sentem neste dia acredito que riem do que fazemos.

Muitos ficam 364 dias sem lembrar em suas orações (se orar…) e de repente lá estão chorando, demonstrando todo afeto como se o “falecido” estivesse olhando a postura amorosa no local.

Para os nossos entes que partiram para o mundo espiritual, a melhor conduta é a lembrança das suas virtudes, dos seus atos bons, dos momentos de alegria juntos vividos.

A prece é o melhor remédio. Isso sim eles gostam.

São dos nossos sentimentos que comungamos nossos pensamentos de dor.

Não precisamos de dinheiro para atrair os laços fluídicos, e nem a necessidade de estar ao lado do tumulo.

Eles não estão lá, já foram conduzidos e orientados do outro lado que vivem.

A vida não termina no tumulo e nem inicia no berço.

Abraços e uma melancia com esse calor é ideal.

Um comentário em “Finados – Dia da melancia

  1. O dia de finados é estapafúrdio. Infelizmente, neste ano, tinham 4 dias que havíamos enterrado a minha mãe, respeito aqueles que visitam túmulos, mas acho por demais lúgubre e não pretendo fazê-lo jamais. Minha mãe, assim que se refizer, estará em algum lugar bastante adequado para a sua caminhada rumo ao progresso, junto com se protetor e amigos. Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *