Skip to main content

Ciência descobre como ter filhos mais fortes, inteligentes e saudáveis

Existe um modo de saber com quem seria melhor e mais conveniente ter um filho? Ou o que fazer para ele ser mais saudável e inteligente? Um abrangente trabalho publicado pela revista Nature indica que tanto a altura como a inteligência estão aumentando no mundo ao mesmo tempo em que é mais comum a união de pessoas das mais distantes e diversas partes do globo. Ou seja, a grande chave estaria na diversidade genética, de acordo com estudiosos.

De acordo com uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Edimburgo, na Escócia, liderados pelo Dr. Jim Wilson, o segredo em ter filhos que tenham tendência a ser mais altos, mais inteligentes e saudáveis está no cruzamento com pessoas distantes geneticamente. Wilson explicou à New Scientist que “as pessoas com ancestrais muito diferentes seriam um pouco mais altas e teriam uma maior capacidade cognitiva”, ao contrário do que acontece com filhos de pais com vínculos genéticos próximos.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores analisaram o genoma e a genealogia de 350 mil pessoas procedentes da África, Ásia, Europa e América do Norte. Dessa forma, obtiveram evidências de uma relação entre a proximidade genética de seus progenitores e uma queda na altura ou no sucesso acadêmico. Por exemplo, os filhos de primos de primeiro grau são 1,2 cm mais baixos e têm 10 meses a menos de educação formal que os de pais distanciados geneticamente.

Fonte: Nature